sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

STAR WARS EPISÓDIO VIII - OS ÚLTIMOS JEDI (2017)



STAR WARS EPISÓDIO VIII - OS ÚLTIMOS JEDI (Star Wars episode VIII - The Last Jedi / 2017) - Como demoraram esses dois anos pra passar! Mas finalmente - mesmo com um Rogue One (excelente por sinal) no meio do caminho - chegou o episódio VIII. Ufa. E nessa crítica - já aviso - spoilers aqui haverão (já diria Yoda), mas aviso quando eles começarem também! A direção do episódio VIII - Os Últimos Jedi ficou por conta de Rian Johnson, que dirigiu Looper em 2012, e mais nada. J.J. Abrams foi "só" o produtor.

Rian dirigindo Carrie Fischer
SPOILERS (PONTOS POSITIVOS)

Poe Dameron é o personagem que melhor se desenvolveu na saga depois do episódio VII - O Despertar da Força. É a grande surpresa do começo do longa. Oscar Isaac, com seu olhar petulante e postura desafiadora, brilha.

A arrogância de Dameron

Logo depois dessa sequências da batalha espacial, só lá por 1 hora de filme surge a primeira grande - uma das poucas - sequência. Kylo Ren mata Snoke e ao lado de Rey, na verdade formando um time com Rey, eles derrotam toda a guarda pessoal do Líder Supremo. Aqui uma luta de sabres de respeito que fez o cinema urrar. Uma reviravolta impressionante (como os caras mataram o Líder Supremo assim do nada, logo sem mal explicar de onde veio e para onde vai?) Aí aquele sentimento "agora sim, começou Star Wars!". Puro engano...

A sala do Supremo Líder Snoke

Outra coisa boa é a ligação entre Kylo e Rey através da Força. Eles se vêem, conversam e interagem mesmo à distância. É a primeira vez que isso acontece na saga de forma tão clara. 

Mais próximos do que se imagina

O Luke de Mark Hamill nunca esteve tão bem. O olhar e a barba grisalha formam um Luke "velho da montanha" na medida. É o grande personagem do filme de longe. Na parte final ele mostra todo seu controle sobre a Força em uma sequência maravilhosa. Ele enfrenta sozinho todo o exército da Primeira Ordem em Crait. Nada lhe acontece. Depois uma batalha de sabre com seu antigo padawan Kylo Ren e ele sai ileso também. E no final revela que ele está distante dali, na ilha de Ahch-To, ganhando tempo para que os rebeldes fugam. Incrível sequência. Outro bom momento do longa.

Rey e Luke em Ahch-To

Homenagens à Carrie Fisher e sua Leia estão espalhadas por todos os cantos. Diferentemente do que foi a personagem no episódio VII quando assumiu claramente um posto de não protagonista no comando dos rebeldes, aqui só dá ela. Claramente as cenas com ela foram aumentadas, valorizadas e ela ganhou um bom tempo de cena. Em determinado momento R2 exibe o holograma do episódio IV, aquele do "help me Obi-Wan Kenobi, you´re my only hope", na íntegra. É um chute no estômago de tão lindo. E nos créditos finais "to our princess Carrie Fisher".

Carrie Fisher

Mas nem tudo são flores no episódio VIII...

SPOILERS (PONTOS NEGATIVOS)

Falta de ritmo. É inadmissível que um filme do calibre de Star Wars tenha um início tão frio e irregular. Não pode demorar mais de 1 hora para ter a primeira grande cena do filme. É muito tempo! E essa cena é justamente a batalha onde morre Snoke. Aliás, se Snoke é tão poderoso - é capaz de usar a Força como holograma - como ele não percebeu que Kylo estava mexendo no sabre que iria matá-lo momentos depois? Hummm, estranho... E outra, para quê serve esse vilão? Foi criado do nada no episódio VII, ganhou força graças ao rumores dos fãs na internet, ficou importante e morre de uma forma idiota...

Rey torturada por Snoke

Mais uma vez a Phasma é só decepção. A general dos stormtroopers é linda, toda prateada e foi usada muito no material de divulgação do episódio VII, mas mal teve falas lá e apareceu bem pouquinho. No VIII imaginou-se uma grande importância, mas que nada... Ela luta com Finn em determinado momento mas é muito claro que a cena foi reduzida. E ela acaba morrendo. O que era para ser um grande personagem acaba sendo usada no finalzinho para justificar a motivação de outro personagem também sub-aproveitado.

Finn x Phasma

Isso mesmo - Finn é ridículo no episódio VIII, está sem personalidade, sem reais intenções e longe do carisma que mostrou no VII. Inclusive todo o arco dele com uma japinha qualquer que apareceu ali rapidinho, a tal Rose, é irritante também. Chato, longo e bobo. E pior descartável, acrescentando quase nada à trama. No único momento que Finn seria importante para a trama, a Rose salvou o cara no último segundo. Pena, naquela hora morrer seria ótimo pro Finn e pro filme também.

Rose intimidando Finn

Mas acho que o pior de tudo em Star Wars episódio VIII é a forma como Rey e Kilo Ren são mal utilizados. Rey não quer ser jedi, o papel dela é resgatar Luke. Ela acaba recebendo ensinamentos de Skywalker mas quase não coloca os ensinamentos à prova - ela mal usa o sabre e quando usa, no caso da luta com os guardas pessoais de Snoke, leva um pau e só se salva com a ajuda de Kylo.

Rey treinando

Kylo por sinal permanece o mesmo - com cara de menino mimado e pior não passando medo ou respeito aos fãs da saga. Não é questão de comparar com Vader, jamais cometeria tamanha heresia, mas ele precisa de algo mais para se tornar respeitável. Lembra do Anakin no episódio II quando matou os padawans ou mesmo o povo da areia para resgatar a mãe? Pois bem, goste ou não do ato, isso ajudou e muito a fortalecer aquele cara como Darth Vader.

Kylo 

Mesmo que tenha matado o pai, Kylo precisa de mais! Muito mais! Se ele tivesse apertado o bendito botãozinho e dado um tiro na Léia, ele subiria de patamar na vilania, ganharia respeito, muitos ali temeriam ele. Mas ok, ele tem o conflito interno, beleza. Mas não acontece mais nada com ele! O Kylo Ren que vemos no VIII é o mesmo do VII. Não gosto da forma como ele é criado, sem qualquer estofo.

FIM DOS SPOILERS    

A história fica aberta para o episódio IX que estreia em dezembro de 2019. Na verdade é a primeira vez que se tem o final de um filme da saga em que não se sabe ao certo como o próximo deve começar. Claro, que muitos rumores irão surgir neste tempo todo, mas tendo em vista do que foi imaginado para o VIII e do que foi apresentado acho que é bom os fãs - inclusive eu - irmos com calma. Mas uma notícia já confirmada é que J.J. Abrams estará de volta, tanto como roteirista como diretor. Que a força esteja com ele.
Veja abaixo os trailers de Star Wars episódio VIII - Os Últimos Jedi.





Um comentário:

Rodrigo Tavares disse...

Eu também gostei deste filme de Star Wars. Acho que Os Ultimos Jedi é um filme com um excelente elenco! Adoro os personagens especialmente pela grande Laura Dern. Ela fez um bom trabalho no seu papel. Adorei! Falar da atriz significa falar de uma grande atuação garantida, ela se compromete com os seus personagens e sempre deixa uma grande sensação ao espectador. Eu também amo de assistir os seus filmes de drama como O Conto. Se ainda não tiveram a oportunidade de ver o filme, eu recomendo. Tem uma boa história, atuações maravilhosas e um bom roteiro. Vale a pena.